PRONTO-SOCORRO,

dicas de manutenção do fagote

hary schweizer

______________________________________________________________________________

O fagote que Você usa, pela complexidade de seu mecanismo, pode por vezes ser comparado a um carro, que, por melhor que seja, por vezes lhe deixa na mão: é um pneu que fura, é a gasolina que acaba, é a bateria que perdeu a carga, é o rolamento que emperrou, etc. Nestes casos um conhecimento básico de primeiros socorros pode ser vital para Você não ficar totalmente dependente dos outros e perder seu precioso tempo...

Assim também seu fagote pode perder um calço, soltar um parafuso, precisar de novas sapatilhas, necessitar um acerto da força das molas, estar carente de uma limpeza de orifícios ou mesmo de uma limpeza geral, clamar pela substituição de cortiças... para citar apenas situações que ocorrem mais frequentemente!

Estes pequenos serviços nem sempre precisam de grandes conhecimentos técnicos para serem solucionados: às vezes uma simples troca de idéias com alguém mais experiente pode já resolver o problema; outras vezes a própria intuição leva à solução adequada; já algumas ocorrências precisam de uma orientação criteriosa e profissional.

A finalidade deste pequeno texto não é ensinar soluções definitivas nem dar aulas de pronto-socorro, mas alertar para um simples fato:

desmontar seu instrumento pode ser coisa simples; já conseguir montá-lo novamente pode ser um complexo quebra-cabeças!

Por isso é importante, vital até, que pequenas peças, parafusos, eixos, molas, roletes voltem sempre ao seu local de origem, pois seus diâmetros e comprimentos podem ser minimamente diferenciados entre si, o que torna o remontar de seu instrumento não só um quebra-cabeças, mas uma verdadeira dor de cabeça!

 

Um quadro, como o da foto ao lado, pode ajudar muito na tarefa de definir o posicionamento de cada peça de seu fagote.

 

Se Você leva jeito para a tarefa de manutenção de fagote ou num caso de extremidade urgência tem necessidade de desmontar seu fagote para alguma emergência, tenha um quadro assim!

O portal do fagote disponibiliza para Você este quadro.

Para tanto clique aqui; depois dê asas à sua imaginação e inventividade: imprima a imagem, que aplicada sobre uma peça de madeira, com os devidos furos, poderá ser reutilizada tantas vezes quanto necessário; ou poderá ser um quadro descartável quando, por exemplo, aplicado sobre um papelão grosso ou mesmo, numa emergência, sobre um isopor.

Boa sorte no trabalho e vida longa a seu instrumento...

__________________________________________________________

 

HARY SCHWEIZER é fagotista e mantém um ateliê de confecção e manutenção de fagotes, além de ser o mantenedor do portal do fagote.

página inicial